Escolha uma Página

A origem e o processo de crescimento histórico da modalidade Futsal, remonta futebol de salão, também conhecido como “esporte da bola pesada”. Atualmente, são modalidades diferentes, subordinadas à administração de Associações distintas, porém com regras parecidas, como veremos nos parágrafos que seguem. (CBFS, 2018). O futebol de salão tem duas versões sobre o seu surgimento, e, tal como em outras modalidades desportivas, há divergências quanto à sua invenção. Segundo alguns pesquisadores, o esporte foi criado na Associação Cristã de Moços (ACM) de Montevidéu capital do Uruguai, em 1930, por Juan Carlos Ceriani.

Há outra versão que o futebol de salão começou a ser jogado por volta de 1940 por frequentadores da Associação Cristã de Moços, em São Paulo (SP), pois havia uma grande dificuldade em encontrar campos de futebol livres para poderem jogar e, então, começaram a jogar suas ”peladas” nas quadras de basquete e hóquei (FMF, 2018). 30 No início, jogavam-se com cinco, seis ou sete jogadores em cada equipe, mas logo definiram o número de cinco jogadores para cada time.

As bolas usadas eram de serragem, crina vegetal, ou de cortiça granulada, mas apresentavam o problema de saltarem muito e frequentemente saiam da quadra de jogo, então, tiveram seu tamanho diminuído e seu peso aumentado, por este fato o futebol de salão foi chamado de “esporte da bola pesada” (FMF, 2018). O esporte foi crescendo, aumentando rapidamente o número de praticantes, sendo criadas Federações Estaduais no Brasil, a partir de 1954.

A Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA) foi fundada em 1971, na cidade de São Paulo, contando primeiramente com a filiação do Brasil, além de Argentina, Bolívia, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai, que praticavam a modalidade nos moldes brasileiros. O objetivo da entidade administradora do desporto era a organização e desenvolvimento da modalidade internacionalmente (FMF, 2018). O futebol de salão brasileiro seguiu vinculado à FIFUSA, disputando os campeonatos mundiais organizados pela entidade em 1982, 1985 e 1988. A entidade nacional que representava o futebol de salão junto à FIFUSA era a CBFS (Confederação Brasileira de Futebol de Salão), criada em 1979 (CBFS, 2018).

Em 02 de maio de 1990, o Brasil oficialmente e legalmente desligou-se da FIFUSA, por meio de uma carta do presidente da CBFS, Aécio de Borba Vasconcelos, com o aval das 26 Federações filiadas a CBFS. Desde então, a modalidade passou a adotar as novas regras de jogo, emanadas da FIFA, e adotou a nomenclatura Futsal, que é um acrônimo entre as palavras “FUTebol de SALão. A grande popularização do esporte se deu quando a FIFA, Federação Internacional de Futebol, homologou a supervisão do futsal e dessa forma comprometeu-se em estruturá-lo globalmente, com a realização de cursos, torneios e medidas de incentivo (LUCENA, 1994; FIFA, 2011). Hoje em dia, as duas modalidades, Futsal e Futebol de Salão, coexistem e possuem suas regras próprias, sendo administradas por Associações e entidades distintas.